PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL:

DA TEORIA À PRÁTICA DO TERAPEUTA DA FALA

i

REGIME

Ensino à Distância

}

DURAÇÃO

16 Horas 

DATAS

04 março 2021 | 19h00 – 21h00

06 março 2021 | 14h00 – 18h00

18 março 2021 | 19h00 – 21h00

20 março 2021 | 14h00 – 18h00

27 março 2021 | 14h00 – 18h00

INVESTIMENTO

€ 200,00

10% desconto
Alunos matriculados
Sócios da APTF ou SPTF

𝙁𝙖𝙘𝙞𝙡𝙞𝙙𝙖𝙙𝙚 𝙙𝙚 𝙥𝙖𝙜𝙖𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤: 𝙀𝙣𝙫𝙞𝙚-𝙣𝙤𝙨 𝙪𝙢 𝙚-𝙢𝙖𝙞𝙡 𝙚 𝙘𝙧𝙞𝙖𝙢𝙤𝙨 𝙪𝙢 𝙥𝙡𝙖𝙣𝙤 𝙙𝙚 𝙥𝙖𝙜𝙖𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙖̀ 𝙨𝙪𝙖 𝙢𝙚𝙙𝙞𝙙𝙖.

OBJETIVOS DA FORMAÇÃO

No final do curso, os formandos deverão:

  • Compreender os fundamentos da neurociência do processamento auditivo e suas aplicações, considerando interfaces com aspetos neurolinguísticos;
  • Conhecer as possibilidades de avaliação das habilidades auditivas e saber realizar uma triagem que direcione o raciocínio clínico e identifique possíveis comorbidades;
  • Saber orientar pais e professores de crianças com perturbações do processamento auditivo, considerando os tipos de manifestações;
  • Definir e aplicar abordagens terapêuticas específicas para cada caso;
  • Realizar a gestão estratégica de programas de terapia para perturbações do processamento auditivo em crianças, adolescentes, adultos e idosos, identificando oportunidades de aplicação do treino auditivo em diversos distúrbios da comunicação humana, como casos específicos de disfonia, disfluência, da fala, da leitura e da escrita.
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

O Processamento Auditivo Central (PAC) e as suas perturbações

  • Definição e neurofisiologia do processamento auditivo central
  • Características dos transtornos do processamento auditivo central e suas comorbidades
  • Neuropsicologia do processamento auditivo;

 

Avaliação do PAC

  • Avaliação do processamento auditivo central: triagem, testes comportamentais e eletrofisiológicas.
  • Raciocínio clínico a partir dos resultados dos testes

 

Intervenção no PAC

  • Tipos de déficits, características e orientações específicas (pais e professores);
  • Princípios das Neurociências aplicadas à reabilitação fonoaudiológica;
  • Critérios de alta;
  • Elaboração de metas e estratégias terapêuticas;
  • Materiais disponíveis e recursos para a preparação de estratégias de estimulação customizadas;
  • Desenvolvimento da interação binaural da localização da fonte sonora;
  • Estimulação da discriminação auditiva;
  • Desenvolvimento da habilidade de fechamento auditivo;
  • Demonstração e criação de estratégias auditivas;
  • Memória auditiva;
  • Resolução e ordenação temporal;
  • Implicações dos aspetos temporais nas disfonias;
  • Estimulação auditiva na consciência fonológica;
  • Integração e separação inter-hemisférica;
  • Estratégias metalinguísticas e metacognitivas;
  • Considerações sobre treinamento auditivo para usuários de AASI e implantes cocleares;
  • Protocolos terapêuticos específicos para crianças, adolescentes, adultos e idosos.
EQUIPA PEDAGÓGICA
 

Dra. Ingrid Gielow

Fonoaudióloga formada pela UNIFESP, com 29 anos de experiência em atendimento clínico, treinamentos, consultorias e pesquisas científicas. Mestre e Doutora em Ciências dos Distúrbios da Comunicação Humana pela UNIFESP, foi pesquisadora associada ao Mount Sinai School of Medicine e a New York University. Master Practitioner em Programação Neurolinguística e Head Trainer em Técnicas de Apresentação e Oratória no INEXH – Instituto Nacional de Excelência Humana. 

Autora de livros, artigos científicos e softwares para a fonoaudiologia, ministra cursos e treinamentos no Brasil e no exterior, sendo professora do MBA Executive da FGV e do CEV – Centro de Estudos da Voz, além de professora convidada em outros cursos de pós-graduação. É diretora da Aurivox, empresa de Comunicação e Desenvolvimento Humano. Recebeu o Prêmio Destaque em Voz 2007, concedido pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa), organização na qual atuou como Coordenadora do Departamento de Voz no biênio 2010-11. Desde 2016, recebeu quatro vezes a honraria de Professora Homenageada da Fundação Getúlio Vargas – FGV. Frequentemente aparece nos meios de comunicação social como referência nas áreas de Voz, Processamento Auditivo e Comunicação, concedendo entrevistas e participando de programas de rádio e televisão regionais e nacionais.

DESTINATÁRIOS
  • Terapeutas da fala
  • Finalistas do Curso de Terapia da Fala