INVESTIGAÇÃO

Apostar na investigação científica significa para a MR Terapias a melhoria dos cuidados prestados às populações e utentes com quem trabalhamos e, por isso, a procura da excelência do serviço.

O acesso a diferentes populações e problemáticas e a sua compreensão numa visão interdisciplinar exige uma reflexão sistemática, baseada no método científico, que nos permitirá transformar e dar um novo significado ao conhecimento.

Conscientes da importância da investigação para a construção, desenvolvimento, solidificação e inovação deste conhecimento, a MR Terapias encontra-se a desenvolver projetos de investigação com várias entidades parceiras.

PROJETOS CONCLUÍDOS

AS PERTURBAÇÕES DA AQUISIÇÃO E DO DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM E DA FALA: O CASO DO JARDIM DE INFÂNCIA DE FETAIS – ESTUDO DA PREVALÊNCIA E DOS FATORES ASSOCIADOS

Projeto concluído

Entidade Promotora: MR – Terapias, Formação e Consultoria

Finalidades (F):

F1 – Contribuir para o diagnóstico de situação relativo à presença de PADL em crianças de idade pré-escolar do Jardim de Infância de Fetais (Agrupamento de Escolas de Camarate);

F2 – Contribuir para a identificação de fatores de risco de perturbação da linguagem e da fala nesta população de forma a serem realizadas as medidas de prevenção mais adequadas.

Objetivo Geral: Caracterizar a prevalência das PADL em crianças dos 3 anos aos 5 anos e 11 meses integradas no Jardim de Infância de Fetais (Agrupamento de Escolas de Camarate) e os fatores a elas associados.

Projeto de investigação apresentado e divulgado em:

X Congresso Europeu do CPLOL – Consulte aqui.

19º Congresso Nacional de Pediatria – Consulte aqui: Livro de resumos p. 90, Póster

Brincar+ – Ciclo de workshops e Sessão de divulgação dos resultados da investigação no Agrupamento de Escolas – Veja as fotografias aqui.

ENTIDADES PARCEIRAS DESTE PROJECTO

PROJETOS A DECORRER

DO FORA PARA DENTRO, DA RELAÇÃO À ELABORAÇÃO – PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PREVENTIVA E TERAPÊUTICA EM GRUPO PARA CRIANÇAS COM ALTERAÇÕES DE COMPORTAMENTO E DIFICULDADES RELACIONAIS NO PERÍODO DE LATÊNCIA

Projeto a decorrer

Entidade Promotora: MR – Terapias, Formação e Consultoria

Finalidade: Contribuir para uma melhoria e otimização do desenvolvimento socio-emocional das crianças, através da integração de um programa de saúde mental no contexto escolar.

Objetivo Geral: Avaliar a eficácia de um programa de intervenção em grupo (grupos terapêuticos e grupo de pais), tendo em vista a melhoria sintomática e a promoção da saúde mental infantil, em crianças entre os 8 e os 10 anos, a frequentar o 1º ciclo de escolaridade, numa escola do concelho de Loures.

BIOVISUALSPEECH

Projeto a decorrer

Entidade Promotora: Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa | Escola Superior de Saúde do Alcoitão

BioVisualSpeech é um projeto de investigação que pretende pesquisar mecanismos de interação natural e multimodal com o objetivo de fornecer bio-feedback em Terapia da Fala através de jogos de computador.

Objetivos:

  • Manter as crianças empenhadas na realização dos exercícios, permitindo um melhor resultado terapêutico. Para isso, a plataforma inclui um ambiente interativo com estímulos visuais, vários jogos e um sistema de recompensas que motiva a criança a querer continuar o jogo, através de bio-feedback instantâneo;
  • Fornecer um conjunto de ferramentas que permitam ao Terapeuta da Fala monitorizar e planear de forma mais facilitada a terapia em curso. Neste sentido, a plataforma inclui um aplicativo para análise pós sessão, onde as gravações audiovisuais da criança podem ser examinadas.

Para mais informações sobre o projeto, clique aqui.

ENTIDADES PARCEIRAS DESTE PROJECTO

SEMPRA – PROVAS DE AVALIAÇÃO DA SEMÂNTICA E DA PRAGMÁTICA EM IDADE ESCOLAR

Projeto a decorrer

Entidade Promotora: Escola Superior de Saúde do Alcoitão

Finalidade: Contribuir para existência de um instrumento de avaliação da linguagem em crianças de idade escolar, validado para o Português Europeu.

Objetivo Geral: Validar as provas SEMPRA – provas de avaliação da semântica e da pragmática dirigido a crianças entre os 7 e os 13 anos de idade.

MARCADORES CLÍNICOS DE PERTURBAÇÃO DA LINGUAGEM NA CRIANÇA

Projeto a decorrer

Entidade Promotora: Escola Superior de Saúde | Instituto Politécnico de Setúbal

A linha de investigação Marcadores clínicos de perturbação da linguagem na criança está a ser desenvolvida na ESS/IPS, sob orientação científica de Ana Castro e Dina Caetano Alves, em associação com outras unidades de investigação, nomeadamente o Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa (CLUNL), o Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL) e o Laboratório de Psicolinguística e Aquisição da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (LAPAL da PUC-Rio).

Objetivos:

  • Validação de instrumentos de avaliação de competências de linguagem na criança que permitam a caracterização dessas competências, numa perspetiva global, modular e articulada, de modo a contribuir para a identificação de diagnósticos de perturbação da linguagem;
  • Validação de protocolos de intervenção dirigidos a crianças com diagnósticos de perturbação da linguagem.

 

A MR Terapias colabora na recolha de dados através da aplicação dos instrumentos de avaliação RePP, ConF.IRA, LITMUS-NWR-EP e na implementação do Programa +Linguagem Educacional.

RePP: Teste de Repetição de Pseudopalavras para o português europeu é um instrumento de repetição de pseudopalavras criado por Vânia Ribeiro em 2011, para o português europeu (PE), com orientação científica de Ana Castro, e posterior colaboração de Dina Caetano Alves;
O ConF.IRA: Consciência Fonológica – Instrumento de Rastreio e Avaliação é da autoria de Ana Castro, Dina Caetano Alves, Susana Correia e Célia Soares. Conta com diferentes versões (a primeira de 2009) e, associadas a elas, outras designações (TCF – Teste de Consciência Fonológica; PCF – Prova de Consciência Fonológica; IACF – Instrumento de Avaliação de Consciência Fonológica).
LITMUS-NWR-EP é um instrumento de repetição de pseudopalavras, adaptado ao português europeu por Christophe Santos e Letícia Almeida (respetivamente, investigadores do Imagerie et Cerveau, INSERM U930 – Université François-Rabelais e do Laboratoire Dynamique du Langage, UMR 5596 CNRS – Université Lyon 2, França), a partir da versão francesa (LITMUS-NWR-French), da autoria de Santos e Ferré. O instrumento de base, designado LITMUS-NWR, decorre do projeto LITMUS (Language Impairment Testing in Multilingual Settings), no âmbito de uma ação de investigação europeia (COST Action IS0804 – http://www.bi-sli.org). Por ter vindo a demonstrar contributos interessantes no processo de avaliação de crianças com desenvolvimento típico, com diagnóstico de Perturbação Específica da Linguagem (PEL), e também com autismo, tem sido adaptado a outras línguas.

O estudo da versão portuguesa nasce da parceria entre a Université François Rabelais e o CLUL (Centro de Linguística da Universidade de Lisboa), estando, em Portugal, sob a coordenação científica de Maria João Freitas (FLUL, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e CLUL), em colaboração com Dina Caetano Alves (ESS/IPS e CLUL).

+Linguagem Educacional

Este programa dirige-se a todas as crianças do jardim de infância e surge como um modelo de intervenção em linguagem em contexto educacional, tendo tido em consideração na sua criação, para além das competências linguísticas de compreensão e expressão fonológica, semântica, morfossintática e pragmática, as Novas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar, nomeadamente a área de Expressão e Comunicação. 

ENTIDADES PARCEIRAS DESTE PROJECTO

CORRELATOS NEURODESENVOLVIMENTAIS DOS MECANISMOS IMPLÍCITOS-EXPLÍCITIOS EM CRIANÇAS COM PERTURBAÇÃO DA LINGUAGEM

Projeto a decorrer

Entidade Promotora: Grupo de Investigação Psicolinguística – Escola Psicologia, Universidade do Minho | | Universidade de Aveiro | Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa

Finalidades (F):

F1 – Contribuir para uma compreensão mais aprofundada dos fatores cognitivos que podem subjazer a esta perturbação;

F2 – Apoiar o desenvolvimento de programas de intervenção mais eficazes.

Objetivo Geral: Conhecer o papel que défices nos mecanismos implícitos de aprendizagem assumem na etiologia da Perturbação do Desenvolvimento da Linguagem (PDL) em crianças portuguesas em idade pré-escolar e analisar o seu impacto na aprendizagem de leitura e/ou escrita aquando da sua entrada na escolaridade obrigatória.

Projeto de investigação financiado pelo Programa Operacional Competitividade e Inovação (COMPETE 2020) e co-financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), sob a referência POCI-01-0145-FEDER-028212 |Investigadora principal: Prof. Dra. Ana Paula Soares.

ENTIDADES PARCEIRAS DESTE PROJECTO