Terapia da Fala

A Terapia da Fala é uma área científica que tem vindo a crescer nos últimos anos. Esta especialidade dirige-se a toda a população, em qualquer fase do ciclo de vida.

Áreas de intervenção da Terapia da Fala

 

O Terapeuta da Fala desenvolve atividades no âmbito da promoção, prevenção, avaliação, diagnóstico, intervenção e estudo científico das funções estomatognáticas (respiração, fonação, sucção, mastigação e deglutição) e da comunicação humana (linguagem, fala, fluência, voz e comunicação), englobando não só as funções associadas à compreensão e à expressão da linguagem oral e escrita, como também, outras formas de comunicação não verbal (APTF, 2018).

Alimentação

Para o bebé conseguir mamar corretamente, é necessário o bom funcionamento dos músculos, das estruturas faciais e do controlo entre respiração e sucção. Quando há dificuldades em mastigar, comer um conjunto de alimentos ou comer texturas diversificadas, as crianças são frequentemente rotuladas como “esquisitas”, mas na verdade pode haver uma dificuldade de base na origem deste problema.

Na idade adulta, há também dificuldades ao nível da alimentação que podem justificar o acompanhamento do Terapeuta da Fala, decorrentes de quadros clínicos como AVCs, demências e doenças neurodegenerativas.

A alimentação deve ser sempre prazerosa, sem dificuldades em engolir e nutricionalmente eficaz.

Comunicação

“É impossível não comunicar”, não só através de palavras, mas também de gestos, imagens ou ações. Até mesmo quando não queremos comunicar, comunicamos isso mesmo! Mas a comunicação não é sempre eficaz e quando as pessoas não são compreendidas ou não se conseguem exprimir, não conseguem suprir a sua necessidade de comunicar e chegam as conhecidas birras, ou isolamento social, por exemplo. Em situações mais graves, com menores hipóteses de comunicar através da oralidade, o Terapeuta da Fala pode introduzir um sistema de comunicação aumentativo e alternativo, com recurso a imagens ou a um software especifico, por exemplo.

Fala

A aquisição dos sons da fala é um marco importante do desenvolvimento infantil, esperando-se um discurso maioritariamente inteligível por volta dos 3 anos e meio. O Terapeuta da Fala pode ajudar quando surgem trocas de sons “tato” em vez de “pato”, por exemplo, ou distorção dos sons, o comumente conhecido por “sopinha de massa”.

Fluência

O Terapeuta da Fala ajuda as pessoas com dificuldade na fluência do seu discurso, tipicamente associadas à gaguez ou outras alterações.

Linguagem Oral

A linguagem oral é o canal principal da comunicação por excelência, entre cada um e o mundo. As crianças aprendem em primeiro lugar a compreendê-la. No período de desenvolvimento da linguagem expressiva, a criança aprende a dizer sons, a usar esses sons em palavras, a juntar palavras para formar frases e a aumentar a complexidade das frases. É importante realçar que as dificuldades em linguagem nunca são explicadas por preguiça.

Linguagem Escrita

O Terapeuta da Fala intervém na promoção e reabilitação no âmbito da aprendizagem da leitura e escrita no que se relaciona com a componente linguística: sons e suas letras, ordem das letras nas palavras, escrita e leitura de textos.

O Terapeuta da Fala tem um papel importante também na reabilitação da linguagem se ficar condicionada após uma lesão cerebral, como um AVC ou doença neurodegenerativa.

Dificuldades na compreensão ou expressão têm impacto no sucesso académico, social e na qualidade de vida.

Motricidade Orofacial

O Terapeuta da Fala intervém nas estruturas da face, lábios, língua e outros que estão diretamente implicados na fala, respiração e alimentação.

Voz

O Terapeuta da Fala ajuda na otimização vocal junto de profissionais que usam a sua voz, como professores e cantores, e na reabilitação vocal, nomeadamente, quando há rouquidão sistemática ou patologia vocal, (nódulos).

#1

No discurso repete sílabas ou palavras?

#2

Usa palavras com outro sentido?

#3

O meu filho faz trocas de sons como tomboio (comboio)?

#4

Elimina sílabas em palavras?

#5

Tem dificuldade em compreender o que foi lido?

#6

Fica frequentemente rouco?

#7

Encontra assimetrias faciais ou dificuldade a abrir e fechar a boca?

#8

Faz pausas antes de dizer uma palavra ou prolonga um som?

#9

O seu familiar tem dificuldade em mastigar alimentos rijos, como maçãs?

Quando devo consultar um Terapeuta da Fala?

Se a resposta for afirmativa a alguma questão ou tiver outro
problema, deve procurar um Terapeuta da Fala.

Fale connosco!